Olá. Estou aqui para te ajudar.
Horário de Funcionamento: Seg a Sex - 9h -12h / 13h-18h Aos sábados - 9h - 12h.

Prepare-se para o Concurso de OSASCO/SP - Professor de Desenvolvimento Infantil

OBRAS, LEGISLAÇÃO GERAL E MUNICIPAL, LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA
Tudo de acordo com o edital.

Assista ao vídeo abaixo e saiba tudo sobre esse preparatório.

Precisa de um atendimento mais pontual? Chame-nos no whatsapp. 
MUITOS CONTEÚDOS E PREÇO JUSTO
Apenas R$ 210,00 à vista
OU 12x DE R$ 20,46

Boleto Bancário ou em até 12x com Cartão de Crédito. Juros do parcelamento: 2.49% a.m
ACESSO ATÉ A DATA DA PROVA!

TUDO SOBRE ESSE PREPARATÓRIO
Se a sua dúvida não estiver respondida aqui, entre em contato pelo whatsapp.

  • Conteúdo totalmente online, com videoaulas e materias de apoio esquematizados, organizados em uma plataforma bastante fácil de ser utilizada.
  • Estude no conforto da sua casa, no seu ritmo e no seu melhor horário. Assista às aulas quantas vezes desejar, até a data da prova.
  • Acesse o curso até a data da prova. Acessível por computador desktop, notebook, tablet ou celular. Estude no conforto da sua casa e no seu melhor horário!
  • Conteúdos de acordo com o edital. Os conteúdos que estiverem faltando serão postados semanalmente, durante a vigência do curso.
  • O curso possui os seguintes módulos: LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA, DOCUMENTOS PEDAGÓGICOS, LEGISLAÇÃO E DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS, LEGISLAÇÃO MUNICIPAL.
  • Suas dúvidas sobre conteúdos podem ser enviadas por e-mail e todas serão respondidas.

MÓDULOS DO CURSO COM CONTEÚDOS

TÉCNICAS E ESTRATÉGIAS DE ESTUDOS (Módulo Bônus)

Esse é um módulo para você poder afiar o machado. São técnicas e estratégias de estudos para aqueles que desejam construir uma rotina bastante produtiva.

LÍNGUA PORTUGUESA

Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários). Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Pontuação. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal. Crase.

MATEMÁTICA

Resolução de situações-problema, envolvendo: adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação ou radiciação com números racionais, nas suas representações fracionária ou decimal; Mínimo múltiplo comum; Máximo divisor comum; Porcentagem; Razão e proporção; Regra de três simples ou composta; Equações do 1.º ou do 2.º graus; Sistema de equações do 1.º grau; Grandezas e medidas – quantidade, tempo, comprimento, superfície, capacidade e massa; Relação entre grandezas – tabela ou gráfico; Tratamento da informação – média aritmética simples; Noções de Geometria – forma, ângulos, área, perímetro, volume, Teoremas de Pitágoras ou de Tales.

CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS (OBRAS)

ARRIBAS, Teresa Lleixà. Educação Infantil: desenvolvimento, currículo e organização escolar. Porto Alegre: Artmed, 2004.
BARBOSA, Ana Mae e CUNHA, Fernanda Pereira da. Abordagem triangular no ensino das artes e cultura visuais. São Paulo: Cortez, 2010.
BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Projetos Pedagógicos na educação infantil. Porto Alegre: Grupo A, 2008.
BASSEDAS, Eulália. Aprender e ensinar na educação infantil. Porto Alegre: Artmed,1999.
CRAIDY, Carmen e KAERCHER, Gladis. Educação infantil: pra que te quero? Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.
EDWARDS, Carolyn; GANDINI, Lella e FORMAN, George. As cem linguagens da criança. Volume 1 e 2. Porto Alegre: Artmed, 2015.
FERREIRA, Gláucia de Melo (Org.). Palavra de professor(a): tateios e reflexões na prática Freinet. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2003.
FERREIRO, Emília. Reflexões sobre alfabetização. São Paulo: Cortez, 2010.
FONSECA, Lúcia Lima da. O universo na sala de aula: uma experiência em pedagogia de projetos. Porto Alegre: Mediação, 2009.
FONSECA, Vitor da. Desenvolvimento Psicomotor e Aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2008.
FONSECA, Vítor da. Manual de observação psicomotora: significação psiconeurológica dos fatores psicomotores. Rio de Janeiro: Wak, 2012.
OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia; KISHIMOTO, Tizuko Morchida; PINAZZA, Mônica Apezzato (Orgs.).
Pedagogias(s) da infância: dialogando com o passado; construindo o futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007.
HOFFMANN, Jussara Maria. Avaliação mediadora, uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Mediação, 2010.
KISHIMOTO, Tizuko Morchida. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 2009.
LACERDA, C. B.; ALBRES, N. A.; DRAGO, S. L. Política para uma educação bilíngue e inclusiva a alunos surdos no município de São Paulo. In: Educação e Pesquisa: revista da Faculdade de Educação da USP, São Paulo, n. 39, p. 65-80, 2013.
MARTINS, Mirian Celeste Ferreira Dias. Didática do ensino de arte: a língua do mundo: poetizar, fruir e conhecer arte. São Paulo: FTD,1998.
MEC – MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998. v.3.
MEREDIEU, Florence de. O desenho infantil.. São Paulo: Cultrix, 2006.
MEUR, A. de. Psicomotricidade: educação e reeducação: níveis maternal e infantil. São Paulo: Manole, 1991.
OLIVEIRA, Zilma Ramos de e outros. O trabalho do professor na educação infantil. São Paulo: Biruta, 2015.
OLIVEIRA, Zilma Ramos. Educação Infantil: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.
PANIZZA, Mabel e Colaboradores. Ensinar matemática na educação infantil e nas séries iniciais: análise e propostas. Porto Alegre: Artmed, 2006.
PARO, Vitor Henrique. Qualidade do ensino: a contribuição dos pais. São Paulo: Xamã, 2000.
PORTILHO, Evelise. Como se aprende? Estratégias, estilos e metacognição. Rio de Janeiro: Wak, 2009.

REGO, Teresa Cristina. Brincar é coisa séria. São Paulo: Fundação Samuel, 1992.
SILVA, Lucilene. Brincadeiras: para crianças de todo o mundo. São Paulo: UNESCO, 2007.
SMOLE, Kátia Cristina Stocco. A matemática na educação infantil: a teoria das inteligências múltiplas na prática
escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
SMOLE, Kátia Stocco, DINIZ, Maria Ignez e CÂNDIDO, Patrícia. Resolução de problemas: matemática de 0 a 6.
Porto Alegre: Artmed, 2003.
TAILLE, Yves de La e outros. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus,
1992.
TEBEROSKY, Ana e CARDOSO, Beatriz (Org.). Reflexões sobre o ensino da leitura e da escrita. Rio de Janeiro:
Vozes, 2000.
WALLON, Henri: Uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. São Paulo: Vozes, 1986.
ZABALZA, Miguel A. Qualidade em educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 1998.

LEGISLAÇÃO E CONTEÚDOS INSTITUCIONAIS

Constituição Federal de 1988: artigos 208 a 214.
Lei Federal nº 8.069/90 – ECA: artigos 1º a 6º, 15 a 18-B, 53 a 59 e 131 a 137.
Lei Federal nº 9.394/96 – Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.
Resolução CNE/CEB nº 5/09 e Parecer CNE/CEB n.º 20/2009 – Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.
MEC – MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Base Nacional Comum Curricular (BNCC): Introdução (p. 7 – 21); A Etapa da Educação Infantil (p. 35 – 55). Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofi al_site.pdf
__________. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998. v.3.
Lei nº 10.098/1994 – Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências. Resolução CNE/CEB nº 2/2001.
Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Disponíveis em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf Resolução CNE/CEB nº 4/2009 – Institui Diretrizes
Operacionais para Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial.
Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf Resolução CNE/CEB nº 4/2010 – Define
Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Disponível em:
http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_10.pdf Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC/SECADI, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16690-politicanacional-deeducacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid=30192.
Decreto nº 7.611/2011 – Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/.
Decreto/D7611.htm Lei nº 13.146/2015 – Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Capítulo IV – Do artigo 27 ao 30, Do direito à Educação. Disponível em:
http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm.
Lei Federal nº 7.853, de 24 de outubro De 1989 - Dispõe Sobre o Apoio às Pessoas Portadoras de Deficiência, sua Integração Social, sobre a Coordenadoria Nacional para integração da Pessoa Portadora de Deficiência - Corde, Institui a Tutela Jurisdicional de Interesses Coletivos ou Difusos dessas Pessoas, disciplina a atuação do Ministério Público, define crimes, e dá outras Providências.

LEGISLAÇÃO MUNICIPAL

Lei do Município de Osasco nº 4.701, de 02 de Julho de 2015 – Institui o Plano Municipal de Educação e dá outras providências.
Lei Ordinária nº. 801/1968:
(https://leismunicipais.com.br/a/sp/o/osasco/lei-ordinaria/1968/80/801/lei-ordinaria-n-801-1968-autoriza-o-poderexecutivo-a-criar-o-instituto-tecnologico-de-osasco-e-da-outras-providencias).
Decreto nº 9.372/2004 – Estatuto da FITO:
(https://leismunicipais.com.br/a/sp/o/osasco/decreto/2004/938/9372/decreto-n-9372-2004-dispoe-sobre-aaprovacao-do-novo-estatuto-da-fundacao-instituto-tecnologico-de-osasco-2004-12-28-versao-original);
Lei Complementar nº 122/2004:
(https://leismunicipais.com.br/a/sp/o/osasco/lei-complementar/2004/12/122/lei-complementar-n-122-2004-cria-oquadro-de-pessoal-e-estabelece-diretrizes-e-regras-basicas-para-a-elaboracao-do-plano-de-cargos-carreiras-evencimentos-da-fundacao-instituto-tecnologico-de-osasco-fito)
Imagem

F.A.Q - PERGUNTAS FREQUENTES

1. O que esse curso me oferece?

R: Esse curso oferece todos os conteúdos do edital (FITO), para o cargo de Professor de Desenvolvimento Infantil.

2. Qual é a duração do curso?

R: Até a data da prova!

3. Quais são as formas de pagamento?

R: O Tanalousa comercializa seus cursos somente pela Internet, em ambiente digital seguro. O pagamento pode ser realizado por meio de cartão de crédito (em até 12X com juros de 2.49 a.m) ou à vista através de boleto bancário. Quando o pagamento é realizado por boleto bancário, a liberação do acesso somente poderá ocorrer mediante confirmação bancária. Este processo é automático e será concluído em até 3 dias úteis após a data do pagamento. Para as compras realizadas com cartão de crédito e aprovadas, a liberação do acesso é imediata

4. Como funciona o suporte Tanalousa?

R: Caso precise sanar alguma dúvida relativa ao material de estudos, problema de pagamento, dados de acesso, etc), nós temos atendimento no whatsapp (43) 99104 – 8686 e também pelo e-mail [email protected] Nosso tempo de resposta é, em média, de menos de 24 horas.

5. Se eu não gostar, posso pedir devolução do que paguei?

R: Sim, claro. O Tanalousa tem absoluta confiança na qualidade de seus cursos. Se você não gostar de um de nossos cursos, terá até 10 dias para pedir a devolução do valor pago. Lembrando que esse prazo é até maior do que os 7 (sete) dias concedidos pelo Código de Defesa do Consumidor.

6. Ao adquirir o curso, como recebo os dados de acesso?

R: Ao comprar o curso com cartão de crédito, os dados de acesso serão enviados ao e-mail da compra em nome da plataforma Hotmart (os dados são o link de acesso ao curso e o login). O processo é todo automático. Ao receber o e-mail, você receberá todas as instruções para cadastrar uma senha de acesso para acessar a plataforma de estudos. Lembrando que se o pagamento foi realizado com boleto bancário, há um período de até três dias para aprovação. A confirmação da compra, bem como os dados de acesso podem chegar na lixeira ou na caixa de spam. É preciso estar atento a isso.

7. Quais são os materiais complementares às videoaulas?

R: Abaixo do player de vídeo (das videoaulas), você encontrará os materiais em formato PDF, que são materiais esquematizados de apoio. É importante observar sempre a descrição da aula para entender como os materiais estão postados.